Mercedes-Benz Challenge apresenta novidades para a temporada 2017

Data da publicação: 23/02/2017

  • Mudanças no regulamento foram idealizadas para aumentar o nível de competitividade

  • Com um grid ainda maior do que em 2016, meta é ter ainda mais pilotos em condições de disputar o título

Com expectativa de mais uma temporada de grid cheio, o Mercedes-Benz Challenge apresentou na última quarta-feira (22) novidades que irão tornar ainda mais competitivo o torneio que se inicia no dia 2 de abril, no Autódromo Internacional Ayrton Senna, em Goiânia (GO). Com destaque especial para as alterações no regulamento desportivo, a organização do torneio preparou um pacote de mudanças idealizadas para contribuir com o nível de competitividade da categoria. A aguardada estreia de novatos e alguns pilotos de carreira consolidada são outros elementos que reforçam a previsão de que 2017 pode ser a temporada mais disputada da história do campeonato.

“Nosso desafio a cada ano é aprimorar cada detalhe que torne a competição ainda mais emocionante. Consideramos o Mercedes-Benz Challenge como parte fundamental da estratégia da marca no Brasil, uma vez que a categoria aumenta a exposição da marca, além de ser uma oportunidade de relacionamento com clientes e concessionários de diversas regiões do País”, afirma Holger Marquardt, diretor geral Automóveis América Latina e Caribe.

Mais oportunidades

A novidade que deve ter mais peso na disputa pelo título é o descarte do pior resultado em corrida, que poderá ser aplicado da 1ª à 7ª etapa das oito que serão realizadas em 2017. Essa alteração tem como objetivo fazer com que mais pilotos cheguem à última corrida disputando o título.

No ano passado, o torneio chegou à prova final com quatro pilotos em cada uma das duas divisões com chances reais de serem campeões. Em 2017, ao invés de pontuação dobrada na final, a corrida passa a ter peso 1,5 na pontuação, ou seja, estarão em jogo 50% a mais de pontos do que em uma etapa normal. A pontuação extra atrai a participação de mais pilotos e, combinada com o descarte do pior resultado nas corridas anteriores, coloca ainda mais ênfase da disputa pelo título na última prova do ano.

Recompensa merecida

Uma novidade que será muito comemorada pelos pilotos é a concessão de um ponto extra para quem conquistar a pole position tanto na C 250 Cup quanto na CLA AMG Cup. “A briga pela pole tem sido uma disputa à parte durante o ano inteiro. Por exemplo, no ano passado tivemos 15 carros dentro do mesmo segundo no grid da 7ª etapa, em Goiânia. Os seis primeiros estavam separados por praticamente um décimo de segundo. Esse é um índice expressivo, que diz muito sobre o nível do torneio. Dessa forma, decidimos que o vencedor dessa disputa realizada todo sábado antes de cada corrida merece uma recompensa. Temos certeza que o ponto extra vai fazer muita diferença nas contas para o título”, afirma Alexandre Ayres, gerente sênior de Pós-Venda da Mercedes-Benz do Brasil.

Pacote técnico

Para a nova temporada, a organização decidiu implementar na CLA AMG Cup algumas alterações técnicas, sempre visando melhorar a performance e durabilidade do modelo. Os novos itens serão fornecidos por parcerias técnicas firmadas pelo torneio. A divisão AMG do Mercedes-Benz Challenge passará a contar com novos discos (Fremax) e pastilhas de freio (Fras-le), kit de buchas de suspensão traseira (Viemar) e uma segunda opção de amortecedores (JL/Kampico).

Confira o calendário 2017

02/04 - Goiânia (GO)

21/05 – Santa Cruz do Sul (RS)

09/07 - Londrina (PR)

06/08 - Velo Città (SP)

10/09 - Local ainda não confirmado

22/10 - Curitiba (PR)

26/11 - Brasília (DF)

10/12 - Interlagos (SP)

Mais informações sobre a categoria estão disponíveis pelo site www.mbchallenge.com.br.

 

Download do Press Release