Mercedes-Benz Vans celebra 125 anos de sucesso

Data da publicação: 21/12/2021

  • Marca realizou a estreia mundial do primeiro veículo de entrega com motor a combustão em 1896

Com versatilidade para diversas demandas de transporte de pessoas e cargas, as vans da Mercedes-Benz apresentam uma história de sucesso que começou há 125 anos com a estreia do veículo Benz delivery. Este modelo foi a primeira van motorizada do mundo com motor de combustão interna e marcou o início de uma nova era para a marca.

Benz delivery para um mercado francês entusiasmado

O “Benz delivery vehicle” foi mencionado pela primeira vez em um catálogo da Benz & Cie, em maio de 1896. O novo conceito de um veículo motorizado patenteado de design superior para a entrega de mercadorias, com motor de 5 cv, despertou imediatamente um interesse considerável. No entanto, não foram os clientes da Alemanha os mais interessados neste design pioneiro. Em vez disso, o primeiro modelo documentado foi entregue à loja de departamentos parisiense “Du Bon Marché”. Até a página do catálogo da van de entrega é ilustrada com uma representação desse veículo, juntamente com a publicidade do estabelecimento.

O fato de o primeiro cliente da van ter vindo da França se encaixa na maneira como o mercado automotivo se desenvolvia na época. Embora o novo meio de mobilidade tenha sido inventado na Alemanha em 1886 - por Carl Benz e Gottlieb Daimler, de forma bastante independente, foi na França e na Grã-Bretanha que a inovação foi inicialmente mais bem recebida.

Entregas de mercadorias urbanas com 5 cv

A van delivery era movida por um motor monocilíndrico montado horizontalmente com uma cilindrada de 2,9 litros e uma potência de 3,7 kW (5 cv). Um total de três relações de transmissão trouxe a potência do motor para a estrada: primeiro as polias escalonadas, a seguir a engrenagem planetária e finalmente o contra eixo. A partir disso, duas correntes conduziam às rodas dentadas nas rodas traseiras. A embreagem era operada por meio do engate e desengate das correias. Com essa combinação de motor e sistema de transmissão, o caminhão de entrega atingiu 15 km/h com carga máxima e superou inclinações de até dez por cento.

O preço de venda do veículo foi de 4.500 marcos. Um terço deste montante teve de ser pago em dinheiro no momento da encomenda e o resto da quantia ficou para quando o veículo foi entregue em Mannheim. Não se sabe quantos clientes naquela época optaram por comprar esta inovadora van de entrega, além da loja de departamentos de Paris.

Também no final de 1896, Émile Roger, o agente geral do Benz para a França, desenvolveu um plano para uma van de entrega própria baseada no Benz Velo. Seu parceiro no empreendimento foi Léon L. Hollier, de Birmingham, Inglaterra. Vários desses veículos foram construídos na área de Digbeth. Após a morte de Émile Roger em 1897, o projeto chegou ao fim.

Download do Press Release